PUBLICIDADE
Ator mirim de Avenida Brasil, MC Jottapê vira funkeiro e faz sucesso em Sintonia, série da Netflix...
06/09/2019 21:57 em Seriados

MC Jottapê, que está fazendo o maior sucesso como o MC Doni na série Sintonia, da Netflix, já fez sucesso na novela Avenida Brasil.

Vendo MC JottaPê hoje em dia, você dificilmente se lembrará do rosto dele, que está bastante diferente da época em que ele interpretou o Jerônimo, parceiro do mendigo Nino na novela Avenida Brasil. Com passagem também pelo remake de Chiquititas há pouco tempo, ele hoje virou funkeiro e está fazendo o maior sucesso como o MC Doni em Sintonia, série da Netflix que estreou na última semana.

Em entrevista recente ao portal Gshow, o ator fez um balanço sobre sua carreira. “Comecei a trabalhar com três meses, fazendo comerciais de bebê. Meus pais me colocaram numa agência e me levavam nos testes. Mas a maioria era comercial de fralda. Ou eu interpretava o filho de alguém. Fiz mais de 50 comerciais”, disse o ator.

Sobre Avenida Brasil, MC JottaPê revelou que quase foi escolhido para ser o protagonista da novela. “Cheguei para fazer o teste para interpretar o Batata, que era o Cauã Reymond pequeno, e aí de última hora resolveram mudar e me colocaram para fazer o Jerônimo, que era o parceiro do Nilo do lixão”, disse o rapaz.

Em Sintonia, o ator interpreta um jovem cujo sonho é virar um funkeiro famoso. Ele cresceu junto com Rita (Bruna Mascarenhas) e Nando (Christian Malheiros). Os dois amigos, no entanto, seguem rumos diferentes na vida. Enquanto Rita encontra conforto na igreja, Nando começa a se envolver cada vez mais no mundo do crime.

Sintonia é idealizada e dirigida por Kondzilla, que é dono do maior canal de funk do mundo no YouTube, onde MC JottaPê já lançou suas músicas. “Era a história de três amigos que construíram caminhos diferentes na vida para comprar um tênis de mil reais”, revelou Kondzilla em entrevista ao programa The Noite.

Na atração de Danilo Gentilli, que também recebeu Mc Jottapê e os demais protagonistas, ele prosseguiu a história. “Essa era a ideia para um curta-metragem. Depois, conheci um diretor de fotografia, que me disse que isso poderia ser um longa. Aí, ele me apresentou para um roteirista, que afirmou que poderia ser uma série. E foi assim que aconteceu”, disse.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE